Notícias

Membros do CMPrev participam do ‘XII Encontro Jurídico e Financeiro’.  

Uma comitiva do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos de Cândido Mota, o CMPrev, participou do XII Encontro Temático Jurídico e Financeiro, realizado no Centro de Convenções Universitário Senac, em São Paulo, nos últimos dias 20 a 22.
Estiveram no evento o diretor jurídico Antônio Marcos Marroni, membro do Conselho Fiscal Ednei Valetim Damasceno, além de Eduardo Faria e Horst Gunther Muller, membros do Comitê de Investimentos.

De acordo com os dirigentes do CMPrev, os temas debatidos foram ‘O RPPS e as decisões Judiciais’, ‘Cenário Político e Econômico Brasileiro’, ‘Os impactos das novas regulações de investimentos e Atuária’, ‘Julgamento Irregular das Contas do RPPS – Principais Apontamentos’, ‘Orientações e Consequências’. O conselheiro Alexandre Sarquis, auditor do Tribunal de Contas do Estado São Paulo, foi o responsável por esta palestra. Foram realizados workshops de investimentos pela Caixa Econômica Federal, Bradesco, Itaú, Banco do Brasil, e empresas gestoras de fundos de investimentos, entre elas XP Investimentos, Mongeral Aegon, BTG Pactual, Genial Investimentos. “A importância de nossa participação nestes eventos está na troca de informações e experiências com membros de outros institutos, para busca da excelência na gestão de nosso instituto”, disseram.

Trabalho
“Enaltecemos o trabalho do presidente Maurício Alcantara, pelo excelente trabalho ao longo destes anos, sempre buscando motivar membros efetivos e suplentes, para a formação através de cursos e participação em eventos importantes como este”, disseram os dirigentes do CMPrev, lembrando também da importância do presidente e dos membros do Comitê de Investimento, pela Certificação Anbima CPA-10, e dos demais membros dos Conselho Administrativo e Fiscal. Eles ressaltaram ainda que todos os membros da direção do CMPrev também devem participar de cursos, mesmo que não tenham a certificação.
Eles lembraram também que membros do Comitê de Investimentos estiveram com o Departamento de Análise Técnica do Mercado Financeiro da empresa Terna Capital Consultoria em Investimentos Ltda, em reunião prévia para tomada de decisões sobre investimentos de permanência ou troca em investimentos em fundos. “Lembramos que sempre cumprimos rigorosamente a Regulamentação do Ministério da Previdência para os ‘Regimes Próprios de Previdência Social’, com as contas aprovadas pelo Conselho Administrativo do CMPrev, demonstrando total transparência na gestão e incentivando a participação efetiva dos conselheiros na tomada de decisões”.

Em alta
Os membros da diretoria do CMPrev ressaltam que ‘a saúde financeira de Instituto de Previdência de Cândido Mota está excelente em relação a vários municípios que adotaram a segregação de massa, ou separação de membros do regime próprio em dois grupos ou mais e que neste momento amargam com a perda de capital e em alguns casos, entraram em colapso financeiro, e em outros, tiveram que fazer a extinção da segregação para tentar recuperar a perca obtida’.
“Temos essa informação através de um diretor e membro do conselho de investimentos de um Instituto de Previdência de uma cidade próxima de Cândido Mota, com uma população de mais de 110 mil habitantes, hoje tem R$ 40 milhões investidos, ao passo que o nosso instituto de Cândido Mota, com uma população de 30 mil habitantes, possui R$ 64.569.860,74”, completou Horst Muller, membro do Comitê de Investimentos do CMPrev.

 

Scroll Up